NR5 – CIPA: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Grau de Risco 2

NR5 – CIPA: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Grau de Risco 2

Precio habitual R$ 149,90
/


ATENÇÃO: Este curso é indicado para profissionais que atuam em empresas com grau de risco de nível 2 e seu conteúdo está de acordo aos requisitos determinados pela Portaria nº 422, de 7 de outubro de 2021, do Ministério do Trabalho e Previdência.

O curso CIPA aborda os requisitos de treinamentos previstos na norma regulamentadora NR-5, provendo conhecimentos pertinentes a atuação da comissão e sua organização; além de abordar boas práticas para a prevenção de acidentes; recomendações para desenvolver e manter ambientes saudáveis e seguros; boas práticas de saúde ocupacional e medidas para atuar em casos emergências.

CONTEÚDO

O que aprenderei:

Unidade 1 - Constituição, funcionamento e legislação da CIPA:

  • Constituição, organização, dimensionamento e atribuições da CIPA;
  • Funcionamento, treinamento e eleições da CIPA;
  • Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho SESMT;
  • Legislação trabalhista em relação à segurança e saúde no trabalho.

Unidade 2 - Investigação e análise de acidentes e doenças do trabalho:

  • Acidentes no trabalho;
  • Investigação e análise de acidentes e doenças do trabalho;
  • Inspeção de segurança;
  • Higiene do trabalho;
  • AIDS.

Unidade 3 - EPIs e EPCs:

  • O que são EPIs;
  • Tipos de EPIs;
  • Certificado de Aprovação;
  • Competências do Ministério do Trabalho e Emprego;
  • Responsabilidades do empregador e empregado;
  • Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho;
  • Equipamentos de Proteção Coletiva.

Unidade 4 - Estudo do ambiente, das condições de trabalho e dos riscos originados do processo produtivo:

  • Agentes físicos;
  • Agentes químicos;
  • Agentes biológicos;
  • Agentes ergonômicos;
  • Agentes de acidentes;
  • Como elaborar mapas de riscos ambientais.

Unidade 5 - Noções de combate a incêndio:

  • Teoria do fogo;
  • Propagação do fogo;
  • Classes de incêndio;
  • Prevenção de incêndio;
  • Métodos de extinção.

Unidade 6 - Noções sobre a inclusão de pessoas com deficiência e reabilitados nos processos de trabalho:

  • Importância da inclusão;
  • Pessoas com deficiências X pessoas reabilitadas;
  • Cotas;
  • Adaptação da empresa;
  • Tipos de deficiências.

Unidade 7 - Equipamentos de combate a incêndio:

  • Equipamentos de combate a incêndio;
  • Agentes extintores;
  • EPI (Equipamentos de proteção individual);
  • Noções de combate a incêndio;
  • Equipamentos de combate a incêndio;
  • Equipamentos de detecção, alarme e comunicações.

Unidade 8 - Técnicas de abandono de área e pessoas:

  • Técnicas de abandono de área;
  • Pessoas com mobilidade reduzida.

Unidade 9:

  • Simulador online de combate ao incêndio que permite ao aluno praticar as técnicas aprendidas neste treinamento para extinguir o incêndio.

Unidade 10 - Noções básicas de primeiros socorros:

  • Procedimentos gerais;
  • Avaliação inicial da emergência;
  • Parada respiratória;
  • Convulsões;
  • Desmaio;
  • Hemorragia;
  • Queimaduras;
  • Traumas em extremidades;
  • Emergências clínicas;
  • Transporte de vítimas;

Unidade 11:

  • Simulador RCP (Ressuscitamento Cardiopulmonar) online que permite ao aluno exercitar as técnicas de ressuscitamento aprendidas neste treinamento.

PÚBLICO-ALVO

Público-alvo: O curso foi desenvolvido para empresas que necessitam adequar-se à legislação cumprindo as NRs obrigatórias, em especial à NR 5 - CIPA. Também é indicado para reciclagem de membros da CIPA, professores do ensino formal e profissionais da indústria e serviço interessados em capacitar-se nesta área.

Conteúdos relacionados a estudo do ambiente, das condições de trabalho, bem como dos riscos originados do processo produtivo, e noções sobre acidentes e doenças do trabalho decorrentes de exposição aos riscos existentes na empresa, serão atendidos por customização ou na modalidade semipresencial.

CARACTERÍSTICAS

Modalidade: O curso pode ser realizado no formato EAD. Dispõe de uma unidade de ensino totalmente interativa, desenvolvida em computação gráfica e com conteúdo acessível para todos os níveis profissionais. Possui exercícios, fórum e prova de suficiência para emissão de certificado. O aluno conta com apoio e orientação de um tutor especialista durante todo o curso.

Idioma: Este curso está disponível somente na versão em Português (BR).

Carga horária: 12 horas

Dispositivos: desktop, notebook, smartphone ou tablet

Certificado: Possui certificado válido em todo Brasil. O certificado é automaticamente disponibilizado para o aluno após ele concluir o curso com aprovação. Para ser aprovado neste treinamento é necessário conquistar no mínimo 70% de acertos na prova de suficiência.

Autoria: Esse curso foi desenvolvido pela Portal Escudo e é oferecido pela Werkey.

Disponibilidade: Ao concluir sua matrícula você receberá acesso irrestrito ao conteúdo do curso on-line por 30 dias.

RESPONSABILIDADES DO EMPREGADOR

A capacitação em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) estipulada em Normas Regulamentadoras (NR) do Ministério do Trabalho, (MTb) apresenta especificidades por ser dirigida a uma relação de emprego, em que figuram o empregador e o trabalhador, sendo de responsabilidade do empregador fornecer capacitação para prevenção de doenças e acidentes de trabalho.

Geralmente as NRs estipulam carga horária, periodicidade, conteúdo programático e requisitos quanto à formação do profissional responsável pela capacitação. Assim, compete ao empregador realizar a capacitação em SST, adotando os parâmetros estipulados pela NR, sendo responsável pela organização, execução e gestão da capacitação, estando aí incluídas questões como local para realização, elaboração de material didático, o projeto pedagógico do curso, os métodos de avaliação e a seleção dos profissionais para ministrar o curso.

Como a capacitação em SST é obrigação trabalhista a ser fornecida pelo empregador a seus trabalhadores em razão dos riscos oriundos da atividade explorada, é de inteira responsabilidade do empregador garantir sua efetiva implantação, sujeitando-se às sanções administrativas cabíveis em caso de uma capacitação não efetiva ou ainda pela capacitação de má qualidade que não atenda aos requisitos da legislação.

É indispensável observar que, ainda que se opte pela realização de capacitação em SST por meio de EaD ou semipresencial, é salutar que toda capacitação seja adaptada à realidade de cada estabelecimento. É que o trabalhador está sendo capacitado pelo empregador para atuar em determinado espaço, logo, uma capacitação genérica não irá atender às peculiaridades de toda e qualquer atividade econômica.

O empregador responde pela capacitação quando é ministrada diretamente por membros da própria organização, ou mesmo quando a capacitação for terceirizada à empresa especializada.

Customer Reviews

No reviews yet
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)